Aplicativo torna lavanderia acessível para todos, transformando sua área de serviço em oportunidade de negócio.

O Lumat, aplicativo feito para facilitar o acesso a serviços de lavanderia, será lançado e disponibilizado ao público em março. Este será o primeiro de uma série de aplicativos da Hugheir que buscam apoiar comunidades na geração de renda, em segmentos como alimentação, vestuário, mobilidade e lazer, sem precisar de investimento.

Lavar, passar e costurar roupas. Economia de tempo e dinheiro para uns, oportunidade de renda para outros. Esta é a proposta do aplicativo Lumat: tornar os serviços de lavanderia acessíveis, gerando trabalho, sem sair de casa, por meio da prestação de serviço do morador mais próximo. Para saber mais sobre o Lumat, entre no site http://www.lumat.co/br/ e veja o vídeo de apresentação.

Seja um Lumater

Já está sendo realizado um cadastro prévio para os interessados em prestar serviço no aplicativo Lumat. Para ser um Lumater, é possível fazer sua inscrição neste link: http://bit.ly/lumater

Além do Lumat, que estará disponível para download na App Store e Google Play, a partir de março de 2019, outros três aplicativos serão lançados até novembro deste ano:

  • Junho – Matlu: aplicativo de comida, no qual o consumidor comprará diretamente do vizinho ou morador mais próximo, pratos feitos por eles mesmos.
  • Setembro – Tulam: aplicativo de estacionamento, onde qualquer um poderá alugar suas vagas disponíveis, e o motorista encontrar a sua vaga antes de sair de casa ou já próximo de seu destino.
  • Novembro – Amtul: aplicativo para viajar com pouca bagagem, alugando objetos de lazer diretamente nos locais de destino.

Para saber mais sobre a plataforma de aplicativos, acesse o vídeo de apresentação.

O idealizador da iniciativa é o empreendedor Augusto Hughes, CEO da Hugheir. O quê o inspira a criar essa plataforma de aplicativos para apoiar comunidades é a tendência de automação que, segundo estudo realizado pela consultoria McKinsey & Company, com dados de 46 países, estima que, até 2030, de 400 milhões a 800 milhões de trabalhadores no mundo poderão perder o emprego e passar a ver suas atividades exercidas por robôs e máquinas. Pensando nisso, Hughes decidiu criar algo inovador, disruptivo e principalmente global, onde o cidadão tenha a oportunidade de obter uma renda extra, independentemente de estar empregado, aposentado ou estudando.

A lógica é fazer aplicativos que vão de acordo com a nova revolução industrial a qual estamos vivendo, onde se oferece um serviço melhor e pode ser remunerado, e do outro lado, o usuário se beneficia pagando menos por algo de melhor qualidade, a exemplo do que já acontece com o Uber. E como diferencial, os segmentos dos apps, são justamente serviços que nós precisamos diariamente, para a nossa alimentação, vestuário, locomoção e lazer”, explica Hughes.

Florianópolis foi a cidade da América Latina escolhida para iniciar os testes. Posteriormente, o aplicativo deve ser lançado nos demais países da América Latina e África.

São lugares onde mais as pessoas passam necessidade e precisam ganhar dinheiro. A intenção é criar novas oportunidades para as pessoas”, defende Hughes.

Sobre a Hugheir

Sediada em Florianópolis, a Hugheir é uma empresa criada pelo empreendedor brasiliense Augusto Hughes. Há 1 ano no mercado, escolheu a capital de Santa Catarina devido ao seu ecossistema de inovação: também conhecida como o Vale do Silício da América Latina, é a região onde se concentra grande parte dessas empresas inovadoras e tecnológicas, tendo 5,6% de sua economia ligada à tecnologia (Observatório ACATE Panorama 2018). Empresário no segmento de comércio exterior, construção civil, entretenimento, esporte, economia, finanças, e agora, na área de tecnologia. O propósito da Hugheir é atuar com inovação social, e fortalecer a economia circular, mostrando às pessoas, principalmente às mais vulneráveis, que é possível empreender e ganhar dinheiro com as novas tecnologias e economias.

By |2019-07-09T01:09:08+00:0011 março, 2019|Sem categoria|0 Comentários

Sobre o Autor: