D

O Sul da Ilha em evidência

PUXADA DE ORELHA NOS VEREADORES. NOTA DA ACMP, ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DO MORRO DAS PEDRAS

TRISTE EPISÓDIO QUE IGUALOU ESQUERDA, CENTRO E DIREITA:

A ACMP- Associação Comunitária Morro das Pedras, através de sua presidência, manifesta contrariedade e solicita dos vereadores de Florianópolis que tenham mais responsabilidade com os recursos financeiros disponibilizados pela população da cidade para uso pelo poder legislativo.

O episódio de aumento de verbas de gabinete e de auxílio-alimentação a população não aceita, por considerar imoral. Pode ser legal, mas não é correto aos olhos da maioria. Estaremos atentos nas próximas eleições!

#somosilheusmasnãosomosbocó #floripamelhor #osuldailhaéonossolugar

Este episódio mostrou que os legisladores municipais demonstram desapego pela população e só estão interessados em seus interesses particulares. É preciso coragem pra mudar, reconhecendo os erros cometidos

Após pressão popular e de entidades, Câmara recua em conceder um vale-refeição aos vereadores no valor de R$ 1 mil/mês, em Florianópolis.

O Presidente da Câmara de Florianópolis, Roberto Katumi Oda (PSD), convocou uma reunião para segunda-feira (15) às 10 horas com todos os 17 Vereadores que assinaram o projeto de resolução 17.870, aprovado, que criou o benefício. Nesta reunião o presidente deverá propor a revogação da decisão já aprovada.  Técnicos da Câmara estudam como farão o procedimento para cancelar o benefício, uma vez que já foi aprovado em duas sessões e promulgado.

Quanto ao aumento da verba de gabinete indexada a 25% do valor que recebem os Deputados Estaduais, aumentando de R$ 20 mil para 26 mil aproximadamente o repasse mensal para cada gabinete, ainda não temos a informação se será revista. Lembrando que os benefícios foram aprovados na última sessão do primeiro semestre e a Câmara está em recesso e só retorna só dia 5 de agosto.

Nesta última quarta-feira(10) em 20 segundos os vereadores provaram o benefício do vale-refeição em beneficio próprio. Com a aprovação, cada um dos 23 vereadores da Capital terá o valor de R$ 1 mil acrescido ao seu contracheque. Nesta mesma sessão também foi aprovado o aumento da verba de gabinete em cerca de R$ 6 mil/mês. Cada Vereador da Capital recebe aproximadamente R$ 17 mil e passará a receber aproximadamente R$ 26 mil para gastar com assessores. No projeto de resolução determinada , os 23 vereadores passam a ter o direito ao equivalente a 25% da verba de gabinete dos deputados estaduais.  A lei já foi promulgada nesta quarta-feira (10) e passou a valer imediatamente.

PUBLICIDADE

Anuncie

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

By |2019-07-13T00:01:01+00:0012 julho, 2019|Política|0 Comentários

Sobre o Autor: