Laguna, em Santa Catarina, é a Capital Nacional do Boto Pescador,  onde ocorre uma incrível e especial interação entre o homem e o animal: os golfinhos da espécie nariz-de-garrafa, há milhares de anos, fixaram sua residência na região de Laguna, desenvolvendo um sistema peculiar de comunicação com o ser humano.

Assine a petição da ACAPRA (Associação Catarinense de Proteção aos Animais) em prol dos últimos golfinhos residentes de laguna. https://goo.gl/FbSC8t

A relação estabelecida entre o homem e o animal é tão específica e única que os golfinhos pescadores – como são conhecidos na região – recebem nomes próprios, são reconhecidos individualmente pelos pescadores artesanais e manifestam comportamentos incríveis, passados de geração para geração.

A comunidade de golfinhos residente em Laguna não interage com outros botos. Os animais fazem parte de uma “tribo” única, cujos ensinamentos e manifestações culturais são transmitidos de mãe para o filhote. Toda a cultura, a comunicação e a relação de empatia e convivência estabelecida entre o ser humano e o golfinho é ensinada e aprendida.

Porém, esta única e magnífica comunidade de cetáceos está correndo GRAVES riscos de ser extinta! Os impactos negativos das ações humanas tem levados INÚMEROS destes animais à morte. Redes ilegais de pesca estendidas ao longo das margens de seu habitat, trânsito desenfreado de embarcações e veículos aquáticos em suas águas e a poluição que contamina o local onde vivem, se alimentam e gestam seus bebês, tem sido determinantes na perda sucessiva de vidas na região.

Estes maravilhosos animais tem morrido vitimados por afogamentos em emalhes de redes de pesca, por atropelamento, por baixa imunidade… os bebês tem sido mortos, os pais, os jovens… A comunidade dos botos residentes de Laguna tem sido diariamente dizimada! Não há fiscalização eficiente e eficaz no combate às práticas ilegais que tem molestado há anos estes indivíduos!

Estamos próximos da extinção desta pequena e singular comunidade de golfinhos. Animais marinhos selvagens que ao longo de sucessivas gerações desenvolveram um simbiose preciosa com o homem estão perto de se tornarem apenas história! Precisamos agir!! Com o seu desaparecimento, também será destruído todo o arcabouço genético, biológico e cultural desta tribo de animais… A crueldade das mortes, a insuficiência de planos de ação na defesa destes animais e a omissão dos órgãos públicos quanto ao genocídio biológico e cultural que tem ocorrido há anos em Laguna não podem mais ser ignorados!

Em virtude disso, a ACAPRA lançou a campanha “Salvem os Golfinhos de Laguna“, na tentativa de impedir a extinção desta incrível “tribo”, que está sendo dizimada pela falta de fiscalização eficiente na região. A organização referida já apresentou Notícia-Crime contra todos esses ilícitos ao Ministério Público Federal de Santa Catarina e, agora, precisamos do apoio de todos para pressionar o Poder Público, a fim de que se garanta uma atuação eficiente da Administração Pública na tutela destes indivíduos! Afinal, todos nós, humanos e não-humanos, temos direito a um meio ambiente ecologicamente equilibrado, nos termos de nossa Constituição Federal. E estes preciosos animais devem ter garantido o seu direito a uma vida digna, livre, saudável e isenta de todo e qualquer tipo de crueldade praticada pelo ser humano!

A proteção destes indivíduos é URGENTE! Os golfinhos merecem viver!

[rev_slider alias=”destaque-rodape” /]
2019-02-06T20:24:52+00:00