[banner title=”Destaques” caption_position=”top” theme=”default_style” height=”auto” height=”300″ width=”100_percent” width=”300″ group=”destaques” count=”-1″ transition=”fade” timer=”4000″ auto_height=”0″ fusion_border_size=”0″]

Na noite de sábado, 1º, um filhote de baleia franca (Eubalaena australis) apareceu morto na Praia do Matadeiro, no sul da Ilha de Santa Catarina. O animal, um macho, estava em decomposição, tinha entre quatro e cinco metros de comprimento e nascido nesta temporada.

Equipes de biólogos e veterinários da Associação R3 Animal e do Instituto Australis/Projeto Baleia Franca (PBF), ambas instituições executoras do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), estiveram no local neste domingo, isolaram a área, realizaram a necropsia e enterraram o filhote.

A ideia era rebocar o animal para outra praia que tivesse acesso para que máquinas escavadeiras pudessem auxiliar no enterro do filhote. “Mas não conseguimos nenhuma embarcação para fazer o transporte do cetáceo. Fizemos a necropsia aqui mesmo e enterramos em seguida”, explica a médica-veterinária Cristiane Kolesnikovas, presidente da R3 Animal e coordenadora do PMP-BS em Florianópolis.

“Havia um hematoma na região torácica direita e esquerda. Possivelmente, causada por colisão”, completa Kolesnikovas. Participaram do procedimento a R3 Animal, PBF, Polícia Militar Ambiental, com o apoio dos moradores.

As baleias francas passam o verão próximas às regiões dos pólos, onde se alimentam. Durante o inverno, migram para águas tropicais mais quentes para acasalamento e procriação. Na América do Sul a principal ocorrência de áreas reprodutivas se concentra nas águas costeiras da Península Valdés, Argentina, com uma pequena população encontrada no sul do Brasil. Por isso, é comum nessa época do ano avistar mãe e filhote em praias de Santa Catarina.

Se você encontrar um mamífero, tartaruga ou ave marinha morta ou debilitada, ligue 0800 642 3341.

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

[iframely]https://www.facebook.com/riozinhocom/videos/1791354300978771/[/iframely]

[banner title=”Guia Sul da Ilha” caption_position=”top” theme=”default_style” height=”auto” height=”300″ width=”100_percent” width=”300″ group=”guia” count=”-1″ transition=”fade” timer=”4000″ auto_height=”0″ fusion_border_size=”0″]

Guia Sul da Ilha

[banner group=’servicos’]
[banner group=’fitness’]
[banner group=’beleza’]
[banner group=’saude’]
[banner group=’restaurantes’]
[banner group=’lanches’]
[banner group=’pet-cia’]
[banner group=’imoveis’]
[banner group=’cursos-escolas’]

O Jornal Riozinho (online) é um excelente investimento onde você alcançará novos clientes e aumentará suas vendas, ainda contribuirá para o seu bairro, investindo numa mídia local que sempre busca melhorias e o crescimento da região.

O Riozinho já é referência no Sul da Ilha e ter nossa marca ao seu lado é sem dúvida uma ótima estratégia para fomentar suas vendas. Com mais de 50 mil acessos por mês, 66 mil seguidores no Facebook, aproximadamente 3 mil membros em 13 grupos no WhatsApp, o Jornal Riozinho já conquistou reconhecimento público e notório em Florianópolis.

Estamos abrindo um novo espaço para marketing e propaganda em nosso jornal, o Riozinho Classificados, que funcionará como um guia de produtos e serviços separados por segmentos: Gastronomia, Imóveis, Beleza, entre outros. É um espaço dinâmico com banners promocionais, onde todos poderão encontrar o que necessitam ao alcance de um clique.

Além disso, o anunciante terá o privilégio de participar do grupo Riozinho Classificados no WhatsApp, onde poderá interagir diretamente com seus clientes. O link Classificados também será compartilhado em todos os nossos grupos do WhatsApp e redes sociais.

Fale conosco