EQUIPE DE SENSIBILIZAÇÃO ABORDA PESSOAS EM SITUAÇÕES DE VULNERABILIDADE

Na tarde desta quarta-feira por volta das 17h a equipe de sensibilização esteve na rua Vidal Ramos.

No local encontraram um homem que estava pedindo dinheiro para voltar para seu estado de origem, o Paraná. A equipe orientou sobre os serviços oferecidos pela administração municipal que contam com concessão de passagens, alimentação, doação de roupas, cortes de cabelo e atendimento psicossocial. Hoje ele não aceitou.

Antônio Carlos Chemin, dono de uma loja de roupas na mesma rua tentou orientar o homem também a procurar os serviços da Passarela da Cidadania junto à equipe. Ele tomou conhecimento dos serviços da Prefeitura pela equipe de sensibilização que também trabalha explicando e orientando comerciantes sobre os serviços e que não sejam dadas esmolas.

“Fiquei sabendo sobre vocês não só pelo Folder que vocês distribuem mas pela boca das próprias pessoas em situação de rua. Ele ,por exemplo, que estava agora conosco já me contou que as esmolas estão rendendo um bom dinheiro e que agora ele está pensando em guardar. Ele não vai para a Passarela por conta das esmolas”, comenta o comerciante.

A esmola é um dos maiores problemas que enfrentamos no trabalho às pessoas em situação de rua. As esmolas alimentam a situação de miséria e fazem com que muitos resistam a utilização dos serviços. Caso uma pessoa seja encontrada em situação de vulnerabilidade, a equipe de Sensibilização, um dos grupos de abordagem, pode ser acionado pelo telefone (48) 3223.8566, das 8h às 20h, para que agentes possam ir até o local e oriente o indivíduo acerca dos serviços oferecidos pela Prefeitura.

2019-10-09T22:06:24+00:00