[rev_slider alias=”Destaque” /]

A Secretaria Municipal de Assistência Social lança nesta quinta-feira, 27, a campanha de conscientização e combate ao trabalho infantil em Florianópolis.

Em 2017, foram identificadas 128 crianças e adolescentes nesta situação, pertencentes a 87 famílias. Com o mote “Com o Trabalho Infantil, a Infância fica incompleta”, a partir da data, serão distribuídos folders, agendas, calendários, leques e sacolas ecológicas pela cidade.

Ainda temos em nossa cidade casos de trabalho infantil. Não é raro vermos nas ruas crianças pedindo dinheiro ou vendendo balas, panos de pratos, etc. Por isso, nesta temporada vamos aproveitar para intensificar a conscientização e termos a população junto conosco nesta causa”, afirma a secretária de Assistência Social, Katherine Schreiner.

O trabalho Infantil é proibido por lei, sob qualquer condição, para crianças e adolescentes menores de 14 anos de idade. Os adolescentes entre 14 e 16 anos de idade podem trabalhar somente na condição de aprendiz. Dos 16 aos 18 anos, é permitido, desde que não seja realizado entre as 22h e 5h, não seja insalubre ou perigoso e não esteja entre as piores formas de trabalho.

[rev_slider alias=”destaque-rodape” /]
By |2018-12-26T19:49:22+00:0026 dezembro, 2018|Noticia|0 Comentários

Sobre o Autor: