AMOCAM INSINUA CORRUPÇÃO DA PREFEITURA DE FLORIANÓPOLIS EM COMPRA E VENDA DE IMÓVEIS NO CAMPECHE

By |2019-03-15T00:31:32+00:0011 março, 2019|

Além de insinuar levianamente a corrupção de integrantes da Prefeitura de Florianópolis, a diretoria ainda afirma que há planos e reuniões a porta fechadas.

Desconfiamos que gente aqui da Prefeitura esteja envolvida com esse pessoal que lucra com a venda desses imóveis irregulares. Se quisessem fazer auditoria, poderiam descobrir quem esta por trás disso.” Insinua a diretoria ilegítima da AMOCAM, em sua página do Facebook.

O Campeche sempre foi alvo de cobiça e planos estapafúrdios negociados em gabinetes e reuniões a portas fechadas. ” afirma a diretoria ilegítima em sua página do Facebook.

As insinuações foram proferidas perante a reportagem do Jornal Notícias do Dia, “Campeche vira queridinho dos grileiros” de 26 de Fevereiro desde ano  da jornalista Vanessa da Rocha.

MILITANTES DE PARTIDOS POLÍTICOS DE ESQUERDA TOMARAM A ASSOCIAÇÃO SEM LEGITIMIDADE.

Não há transparência na composição da diretoria ilegítima da AMOCAM, Associação dos moradores do Campeche. Não há nenhuma referência pública onde os moradores possam consultar sobre a direção, atas de reunião, prestação de contas, quadro de associados e votações dos temas relacionados ao bairro. O Presidente da AMOCAM, Alencar Vigano Deck, é o único nome ao qual temos conhecimento ser o Presidente sem legitimidade e integrante da diretoria da AMOCAM.

Há anos todas as decisões são tomadas de forma autoritária, sem consultas públicas e apenas baseadas em ideologias comunistas. O Campeche se transformou num palanque político de partidos de esquerda. 

A administração da AMOCAM, Associação dos Moradores do Campeche, esta inerte a 11 anos e NÃO É LEGÍTIMA, segundo o cartório de registros da Capital. Também não oferece transparência na prestação de contas de doações, não informa quadro de associados, estatuto, atas de reunião, votações, clareza sobre os membros da diretoria e não proporciona que outros moradores se associem.  Os Vereadores, ditos do Sul da Ilha, apesar de terem conhecimento das irregularidades, não tomam nenhuma providência.

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

NOTÍCIAS PATROCINADAS