Valores por quilo: Mel convencional (R$ 23,00) e mel orgânico ou melato (R$ 28,00)

A Superintendência de Pesca, Maricultura e Agricultura, realiza do dia 5 a 8 de junho, a 20ª edição da Feira do Mel. Além do produto principal da feira, também serão comercializadas, variações do mel, como: mel de várias floradas, própolis, mel composto, geleia real, cera de abelha, balas, biscoitos, cosméticos com produtos apícolas, pão de mel, bolo de mel, chás, cachaça, vodka com mel, favos de mel e pólen. O evento será realizado na Avenida Paulo Fontes, em frente ao Ticen. Além da administração municipal, Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina e Epagri também organizam a feira.

Um das novidades deste ano é a ampliação do horário de funcionamento. Durante a semana, de quarta a sexta-feira, a feira atende das 8h às 19h. “Com esse evento, buscamos valorizar ainda mais os produtos locais e estimular o consumo consciente de produtos apícolas catarinense pela sociedade”, afirma o superintendente de Pesca, Maricultura e Agricultura, Adriano Weickert.

A 20ª Feira do Mel acontece junto com a Semana de Conscientização Ambiental, onde o público poderá conferir uma mostra de projetos ambientais que são desenvolvidos em Santa Catarina. Também haverá a distribuição de mudas de plantas nativas para os visitantes. Como no ano passado será realizada gratuitamente massagem facial com creme a base de produtos apícolas diariamente. O livro Receitas com Mel, editado pela FAASC, com receitas de produtores de todo estado será distribuído gratuitamente na feira. Um incentivo para as pessoas descobrirem outras formas de utilizar o mel e descobrir que mel pode entrar em muitas receitas inusitadas.

Na edição anterior, a feira comercializou cerca de 40 toneladas de mel e derivados, sendo 10 a mais que em 2017, resultando num incremento de 25% nas vendas. Um dos motivos, de acordo com os produtores que participaram foi a mudança de local, que passou do Largo da Alfândega para a avenida Paulo Fontes, em frente ao Ticen. A expectativa é que ds vendas aumentem ainda mais devido à ampliação do horário este ano.

Santa Catarina possui 9 mil famílias rurais trabalhando com abelhas e 323 mil colmeias, sendo considerada a melhor produtividade do país, com uma média de 60kg/km2, contra 5kg/km2 no restante do Brasil. Além da qualidade, o mel produzido no Estado também impressiona pela variedade. Nossas abelhas produzem mais de 100 tipos de méis com cor, aroma, sabor e consistência diferentes. Entre os tipos de méis produzidos em Santa Catarina, o silvestre responde pela maior parte. Ele é multifloral, ou seja, é feito pelas abelhas a partir do néctar coletado em uma grande variedade de plantas. Considerado de excelente qualidade, seu sabor, aroma e consistência variam de acordo com as floradas predominantes na época em que é produzido. A coloração mais escura indica maior concentração de sais minerais.

Participantes: Apiários Real – São Joaquim; Apicampo (Vila do Mel) – Associação dos Apicultores de Campo Alegre; Apimage – Associação dos Apicultores de Major Gercino; Bolachas Blumenfeld – São Bonifácio; Bromel – Rancho Queimado; Crisomel – Alfredo Wagner; Mel Extramel – Luzerna; Imperial Dona Francisca – São Bento do Sul; Apiário Irmãos Theobald – Seara; Apita (Associação dos Apicultores de Itapiranga) – Itapiranga; Mel Alto Vale – Alto Vale; Mel Vale das Cachoeiras – Presidente Getúlio; Minamel – Içara; Casa Castagna – Içara; Agroapis – Içara
Molimel – Matos Costa / PortoUnião; Drosmel – Porto União; Sommel – Mafra; Prodapys – Araranguá; Apis Nativa – Araranguá; Mel São Bonifácio – São Bonifácio; Mel Pro Apis – Florianópolis; Apiário Rainha da Flor – Balneário Gaivota; Apiário Rosa de Sarom – Imbituba; e Sul Mel – Xaxim.

O quê: 20ª edição da Feira do Mel;
Quando: De quarta (5) a sexta (7), das 8 às 19h e encerramento no sábado (8), das 8h às 13h;
Onde: Avenida Paulo Fontes, em frente ao Ticen;

RECEBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

+ LEIA MAIS

By |2019-06-05T21:02:17+00:005 junho, 2019|Florianópolis|0 Comentários

Sobre o Autor: