LUIZ ZAGO E CAMERATA FLORIANÓPOLIS CELEBRAM PARCERIA NO TEATRO DO CIC

Para coroar uma parceria bem-sucedida que já dura oito anos, o pianista, compositor e arranjador Luiz Gustavo Zago e a Camerata Florianópolis sobem juntos ao palco do Teatro Ademir Rosa (CIC) nesta quinta-feira, dia 5, às 20h.

O concerto “Momentum” é a oportunidade para o público conhecer melhor as criações de Zago, porque o espetáculo é totalmente autoral, com 14 composições próprias que flertam com o jazz e o minimalismo e agregam elementos do mundo clássico e do pop. A regência será do maestro Jeferson Della Rocca e a produção é assinada por Maria Elita Pereira.

O espetáculo, com apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Ministério da Cidadania) e da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Prefeitura de Florianópolis, via Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude e Fundação Franklin Cascaes), leva o patrocínio de WOA Empreendimentos Imobiliários, Intelbras, Iguatemi, Engie e ORCALI Segurança e Serviços.

Para o show, o compositor criou novas versões orquestrais das peças de seus discos “Até amanhã” (2010) e “Momentum” (2018), entre as quais estão as trilhas “Inverno” e “É só o começo”, e também peças escritas especialmente para orquestra, celebrando a fértil parceria com a Camerata, que começou em 2011. De lá para cá foram mais de 150 arranjos feitos por Zago para programas da orquestra, em espetáculos com artistas e bandas como Lenine, Dazaranha, Zeca Baleiro, Expresso Rural, Paulinho Moska.

O ano vem sendo especial para Luiz Zago. Além de diversas parcerias de sucesso na área da MPB, apresentações em outros Estados e arranjos orquestrais para grandes eventos com repercussão nacional, ele foi convidado para fazer os arranjos e participar como pianista junto à Nova Orquestra do Rio de Janeiro no Rock in Rio 2019, em outubro.

Zago transita sem cerimônias entre o repertório erudito e a canção popular, passando pelo jazz e a improvisação, tendo como fio condutor os timbres do piano e da orquestra. Assim, o espetáculo alterna momentos de lirismo com a força dos grooves e ritmos ditados pelo piano e pela seção rítmica, buscando antes de tudo trazer drama, humor, paixão e movimento em forma de música.

O PROGRAMA

O pianista e compositor selecionou para este espetáculo as peças “Bem-vinda”, “Valsa da espera”, “Outono”, “Noturno”, “É só o começo”, “Até amanhã”, “Sede”, “The call”, “Sua canção”, “Samba de revés”, “Constance”, “Pulse”, “Balance” e “Inverno”.

Do primeiro disco aparecem “Bem-vinda”, cantiga de ninar sobre uma valsa brasileira, em homenagem à filha do compositor, e “Samba de revés”, um samba cadenciado típico com as introduções de cordas à la Paulinho da Viola. A imagética “Até amanhã”, que nomeia o primeiro álbum, se baseia numa viagem imaginária por uma longa estrada, como a “Long and Winding Road” dos Beatles.

O álbum “Momentum” (2018) traz uma atmosfera baseada em trilhas sonoras. As narrativas e caminhos das melodias e peças do álbum anterior dão espaço a experiências mais sensoriais, como “Noturno”, que sugere a ausência de luz e a introspecção em torno de um ostinato melódico, uma frase constantemente repetida em torno de uma harmonia constante. Já “Inverno” inclui raros elementos melódicos, com um misto de nostalgia e esperança em seus poucos acordes.

CARREIRA DO COMPOSITOR

O trabalho de Luiz Gustavo Zago traz referências da bossa-MPB e do jazz, busca inspiração na world music, faz cruzamentos entre as culturas ocidental e oriental e promove diálogos entre o jazz brasileiro e o universal, resultado de uma turnê pelo sul dos Estados Unidos, com concertos nos estados da Georgia e Alabama. Zago participou ainda dos CDs orquestrais “Instrumental da casa” (2014), junto à Orquestra Acadêmica da UDESC, e “A arte do improviso” (2015), gravando standards de jazz com a Camerata Florianópolis.

Ele trabalhou como arranjador com os compositores Lenine e Toquinho, junto à Orquestra Sinfônica Brasileira e Camerata Florianópolis. Na Camerata, é diretor artístico da série “Camerata in Jazz” e da série “Canção”, com artistas e compositores catarinenses.

O artista também percorreu o Estado de Santa Catarina com a turnê de piano solo “De Jobim a Piazzolla”, com obras de inspiração clássica desses compositores. Foi solista do concerto de abertura da temporada 2011 da Camerata Florianópolis, com “Rhapsody in Blue”, de Gershwin. Colabora ainda com o Auditório Jurerê Classic desde 2010, realizando concertos com seu trio ou de piano solo, trazendo composições próprias e standards de jazz e música brasileira, numa média de três concertos anuais.

Recebeu da Academia Catarinense de Letras e Artes o Prêmio Edino Krieger como personalidade musical no ano de 2011 no Estado, o Troféu Franklin Cascaes em 2009, pela direção musical do espetáculo “50 anos de Bossa-Nova”, além de vencer a 1ª e 3ª edições de Festival de Música do SESC/SC, respectivamente como pianista e compositor.

SERVIÇO

O quê? Espetáculo “Momentum”, com Luiz Gustavo Zago e Camerata Florianópolis
Onde? Teatro Ademir Rosa (CIC), em Florianópolis
Quando? Dia 5 de setembro, às 20h
Quanto? Valores disponíveis nas lojas e no site da Blueticket (www.blueticket.com.br) e nos teatros do CIC, Pedro Ivo e Álvaro de Carvalho.

2019-09-05T22:01:50+00:00