PREFEITURA DE FLORIANÓPOLIS OFERTA CURSO DE LIBRAS PARA SERVIDORES E COMUNIDADE ESCOLAR

A formação inicia nesta sexta-feira, 16 de agosto, no Centro de Educação Continuada

Na rede municipal de ensino de Florianópolis há 24 estudantes com deficiência auditiva com perda total e 15 estudantes com perda parcial. Visando contribuir para a melhoria da comunicação entre estudantes surdos e ouvintes, a Secretaria de Educação da Capital ofertará um curso gratuito sobre Língua Brasileira de Sinais – Libras.

A formação inicia nesta sexta-feira, 16 de agosto, e ocorre até 26 de novembro. Com duração de 30 horas presenciais e 10 horas a distância, o curso é voltado para professores e demais servidores municipais da Prefeitura.

As inscrições encerram nesta sexta-feira, dia 16. Os interessados devem realizá-las pelo site da Secretaria Municipal de Educação (SME). Informações podem ser obtidas também pelos telefones (48) 3212-0930 ou 3212-0941.

Os inscritos serão distribuídos em duas turmas, que receberão a formação na segunda-feira, das 18h30 às 20h30 ou na quarta-feira, das 14h às 16h, nas unidades educativas e no Centro de Educação Continuada da SME, na Rua Ferreira Lima, nº 82, Centro.

Os conteúdos desenvolvidos no curso serão alfabeto manual e soletração, sinal pessoal, cumprimentos, família (sinais como pai, mãe, entre outros), números cardinais e quantitativos, números ordinais e monetários, calendário, datas comemorativas, tempo e clima, locativo e habitação (bairros, cidades, estados, entre outros), cores, verbos, expressão facial, vestuário e acessórios.

A oferta do curso de Libras é de grande importância para comunidade escolar, a comunicação se torna mais estreita entre surdos e ouvintes, sendo que todos acabam ganhando”, diz o secretário de Educação. Maurício Fernandes Pereira complementa que: “esse ano a Secretaria Municipal de Educação também esta oferecendo o curso para demais servidores municipais. Teremos, dessa forma, não só a escola mas todos os serviços municipais mais inclusivos para as pessoas com suas necessidades e especificidades

Domínio da língua

Atualmente, há 14 unidades educativas, entre Núcleos de Educação Infantil, Educação de Jovens, Adultos e Idosos e escolas que ofertam curso de Libras para comunidade escolar.

O público alvo é escolhido com base na sua necessidade. Em algumas unidades, professores, estudantes e equipe pedagógica têm acesso à formação. Em outras, há vagas disponíveis para a turma da criança surda, bem como, em outras, há vagas também para as famílias, entre outros.

Na Escola Básica Municipal Luiz Cândido da Luz, cerca de 400 estudantes têm aulas de Libras, uma vez por semana, a cada quinze dias. E, os professores da unidade, recebem a formação, cinco vezes por semana, durante uma hora.
A comunidade escolar aderiu ao curso, ministrado pelo professor de Libras Michel Anibal Pires, para poder se comunicar melhor com dois estudantes surdos matriculados no estabelecimento de ensino.

Na Escola Adotiva Liberato Valentim, na Costeira do Pirajubaé, professores, funcionários e 544 estudantes, também aprendem, uma vez por semana, a língua Brasileira de Sinais com o professor de Libras, Renato Nilson das Chagas. O objetivo é melhorar a comunicação com o estudante surdo Kauã da Silva Titon.

  • EBM Luiz Cândido da Luz: Professores, estudantes e equipe pedagógica.
  • EBM Batista Pereira: Estudantes.
  • EBM Adotiva Liberato Valentim: Professores, estudantes, equipe pedagógica, famílias, funcionários.
  • NEIM Otília Cruz: Professores e o grupo da criança surda.
  • EJA (Associação de surdos da Grande Florianópolis): Professores e estudantes.
  • EJA (Silveira de Souza): Professores e estudantes.
  • EBM Henrique Veras: Estudantes.
  • EBM Antonio Paschoal Apóstolo: Estudantes da turma da criança surda.
  • NEIM Lausimar Maria Laus: Professores e crianças.
  • EBM Almirante Carvalhal: Professores e estudantes.
  • EBM Beatriz de Souza Brito: Professores e estudantes.
  • EBM Herondina Medeiros Zeferino: Estudantes.
  • EBM Osvaldo Machado: Estudantes.
  • EBM João Alfredo Rohr: Estudantes.
By |2019-08-13T22:09:48+00:0013 agosto, 2019|Educação|0 Comentários

Sobre o Autor: