D

O Sul da Ilha em evidência

ESTUDANTES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO RECEBEM MEDALHAS DA OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA

O evento ocorreu nesta quarta-feira (07), no auditório Garapuvu da Universidade Federal

Nesta quarta-feira, dia 7 de agosto, oito estudantes de estabelecimentos de ensino da Prefeitura de Florianópolis receberam medalhas que conquistaram na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas de 2018 – OBMEP. O evento ocorreu no auditório Garapuvu, no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Os medalhistas de ouro foram Júlio Cezar Silva Junior, da Escola Brigadeiro Eduardo Gomes (Campeche) e Marcelo Augusto Vieira Lopes, ex-estudante da Escola Batista Pereira. O primeiro havia conseguido o mesmo feito em 2017. E o segundo, em 2016 e 2015.

A estudante Maria Eduarda Celestino da Rocha, da Escola Beatriz de Souza Brito (Pantanal), recebeu a medalha de prata.
Cinco estudantes conquistaram bronze: Caio Araujo Fontanelle, da João Gonçalves Pinheiro (Rio Tavares), Gabriel Castro Guimarães, da Virgilio dos Reis Várzea (Canasvieiras), João Felipe Pratti da Rosa, da Henrique Veras (Lagoa da Conceição), Vitor Leite de Camargo, da Maria Tomásia Coelho (Santinho) e Vitor Hugo Patricio Ferreira também da Escola Beatriz de Souza Brito.

Trinta e seis estudantes da rede municipal de ensino foram contemplados com certificados de menções honrosas.

As provas da OBMEP nos ajudam a verificar a qualidade do nosso ensino. Para que possamos entender as dificuldades e facilidades que os adolescentes têm com a disciplina, e assim, aprimorar o currículo da rede municipal de ensino”, comenta o secretário de Educação Maurício Fernandes Pereira.

Aprendizado

A Brigadeiro Eduardo Gomes (Campeche) e a Beatriz de Souza Brito (Pantanal) ficaram com o título de escolas com maior número de estudantes que receberam menção honrosa e medalhas.

A educadora Fernanda Echer conquistou a categoria “professora premiada”, através da unidade educativa João Gonçalves Pinheiro, onde dava aula no ano de 2018, que contou com 18 educandos classificados para a segunda etapa da prova, sendo nove estudantes dela. Desses, sete deles obtiveram menções honrosas e uma medalha de bronze.

A OBMEP é uma oportunidade de revelar talentos escondidos. Motiva os estudantes a aprenderem matemática, que é a minha paixão. Ver tantos estudantes meus premiados e receber essa premiação me faz ter certeza que consegui atingi-los com meu conhecimento”, explica Fernanda.

Prova nacional

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é uma prova que ocorre em todo o território nacional para estudantes de escolas públicas e privadas. Tem por objetivo estimular o estudo da matemática e identificar talentos na área, bem como, contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica, incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas públicas e promover a inclusão social.

O projeto criado em 2005, é realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC.

LEIA TAMBÉM

By |2019-08-07T22:13:50+00:007 agosto, 2019|Educação|0 Comentários

Sobre o Autor: