ESCOLA DA PREFEITURA DE FLORIANÓPOLIS É APRESENTADA COMO CASE EM ENCONTRO NACIONAL DE ARQUITETOS E ENGENHEIROS

A unidade educativa foi construída utilizando a metodologia BIM, que permitiu executar a obra com um prazo menor e sem aditivos.

A Escola do Futuro da Prefeitura de Florianópolis, localizada na Tapera, é tema do 1º Congresso Nacional BIM CREA-SC, que está ocorrendo na Capital.

O evento, que começou hoje e vai até esta sexta-feira, aborda a metodologia BIM (BuildingInformationModeling – Modelagem de Informações da Construção), pela qual a unidade educativa municipal está sendo construída.

O tempo de execução da obra era de 24 meses, o prazo foi reduzido pela metade e gerou grande economia para a Prefeitura. A escola vai ser entregue no final de novembro, a tempo de receber estudantes e professores já no próximo ano letivo.

O secretário adjunto de Educação, Luciano Formighieri, participou do painel “BIM e Obras Públicas”, em que apresentou as Diretrizes para implementação da metodologia em prefeituras.

“A modelagem em BIM possibilitou o ajuste dos projetos em todas as áreas da obra, permitindo a descoberta de eventuais inconsistências antes da licitação e execução. Com essa metodologia, todo processo construtivo torna-se mais eficiente e a resposta para a sociedade é sempre melhor”, explica Luciano Formighieri.

A arquiteta e primeira-dama, Cintia de Queiroz Loureiro, mediou o painel e garante que o BIM é muito mais que um conjunto de aplicativos e ferramentas de desenho, é uma mudança total no processo de criação, compatibilização e manutenção das edificações.

“Foi um privilégio mediar este painel. Agradecemos a oportunidade de trocar experiências sobre aplicação da tecnologia BIM com especialistas da área de projeto de arquitetura e engenharia. No que tange ao setor público, representa o maior controle de custos, execução e prazos. Facilita a transparência de todas as etapas de projeto e execução de obra, além de proporcionar toda informação para a manutenção predial posterior. A Prefeitura de Florianópolis já está colhendo os primeiros frutos dessa mudança, com a entrega em tempo recorde da obra Escola da Tapera”, comenta.

O Congresso, organizado pela empresa Alves Espíndola Engenharia e Consultoria, e patrocinado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina, CREA, trouxe renomados especialistas brasileiros no assunto. Entre os temas abordados estão a própria metodologia e suas especificidades, políticas para o setor da construção, infraestrutura e cases de empresas que utilizam essa tecnologia em seus projetos.

PIONEIRISMO NA CAPITAL

No caso da escola da Tapera, a partir de uma modelagem virtual, a obra está sendo executada sem interrupções, sem aditivos e de forma ágil, a ponto de permitir a antecipação da conclusão dos trabalhos em quase um ano.

A engenheira Késia Alves da Silva diz que a metodologia reduz os desperdícios e evita desgastes, e informa que a Prefeitura de Florianópolis é a primeira do Estado a colher um resultado com o suporte do BIM. “Essa escola é a cereja do bolo do BIM no município”, afirma Késia, responsável pela organização do evento.

Por permitir o acompanhamento em tempo integral, esse recurso também agrega transparência na execução de obras públicas. Além disso, a tecnologia é alinhada às normas de padronização e certificação já definidas para a construção civil. “A partir de 2021, todas as obras executadas com recursos federais terão de usar essa metodologia”, informa a engenheira.

A experiência da Escola será um marco para a administração pública de Florianópolis e tem chance de ser compartilhada com municípios catarinenses e de outros Estados.

O FUTURO

Em um terreno de quase 8 mil metros quadrados de área, a Escola da Tapera é o primeiro estabelecimento municipal neste bairro do Sul da Ilha.

Orçada em R$ 11 milhões e 785 mil, a nova estrutura contará com 13 salas de aulas, que permitirá a matrícula de 520 estudantes do primeiro ao nono ano do ensino fundamental e Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJA). A área construída é de 5.432,57 m².

O secretário de Educação, Maurício Fernandes Pereira, lembra que a unidade educativa terá em seu currículo escolar, o ensino quadrilíngue, onde os estudantes poderão aprender português, inglês, libras e linguagem tecnológica.

“Com educação em tempo integral e ampliação de jornada escolar, as turmas serão atendidas das 8h às 17h”, salienta.

Além da proposta curricular da rede municipal de ensino, os estudantes terão aulas e projetos voltados para áreas específicas, como Clube de Esportes, Clube do Empreendedor, Clube de Ciências e Robótica, entre outros.

O estabelecimento de ensino está localizado na Rodovia Açoriana.

O QUE É O BIM?

A tecnologia BIM permite criar digitalmente modelos virtuais precisos para uma construção e fiscalizar a obra em todas as etapas, inclusive antes que ela comece a ser executada. O que era manual e depois feito em 2D, agora é modelado em 3D, identificando inconsistências e erros que tendem a retardar e aumentar o custo do projeto.

Os modelos gerados por computador contêm geometria e dados necessários para o apoio às atividades de construção, fabricação e aquisição por meio das quais uma obra é realizada.

Está cada vez mais presente no setor da construção, principalmente por sua capacidade de solucionar problemas enfrentados há muitos anos nessa indústria. Ela integra todos os dados em um único local e facilita o compartilhamento do projeto entre diferentes profissionais durante o processo de construção, como arquitetos, engenheiros, projetistas, fornecedores de materiais, gerentes ambientais e clientes.

Assim, todos podem interagir com o projeto de um edifício, gerando maior valor agregado.

Lançamento da programação dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres com apresentação do Coral Vozes que não se calam

19 novembro, 2019|Eventos|

A cerimônia de abertura dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres acontece nesta quarta-feira, [...]

Carregar mais Posts

Novos Rumos: governador libera R$ 15,8 milhões para construção de ponte sobre o Rio Araranguá

18 novembro, 2019|Mobilidade Urbana, Trânsito|

Uma reivindicação antiga do Vale do Araranguá foi atendida pelo governador Carlos Moisés na tarde desta quinta-feira. Cumprindo agenda [...]

Carregar mais Posts

2019-11-07T20:49:30+00:007 novembro, 2019|Educação|