PMF IMPLANTA ARTE E HORTAS PARA COMBATER PONTOS IRREGULARES DE LIXO NO CONTINENTE

Ação integra secretarias e órgãos municipais na recuperação ambiental e sanitária de espaços públicos.

Arte mural e hortas urbanas compõem a estratégia da Prefeitura de Florianópolis para zerar os pontos de descarte irregular de resíduos na cidade. Das nove intervenções do projeto Revitaliza Floripa, três foram apresentadas durante a semana com pinturas mural de Monique Gugie, Andy Rodrigues e Lemmmas.

Cada ponto é um desafio diferente, relata a diretora de Operações da Comcap, Nilda de Oliveira. A primeira intervenção do Revitaliza foi na Josué di Bernardi, ano passado.

De lá pra cá, foram recuperados oito pontos da paisagem urbana continental de Florianópolis, onde se concentram os riscos de saúde pública decorrentes do descarte irregular de resíduos volumosos. E um na porção insular da Capital.

“Há pontos recuperados com arte mural, outros com bancos e floreiras, com hortas e jardins, mas o que todos têm em comum é o envolvimento e a apropriação do espaço pela comunidade”, aponta a diretora.

Florianópolis gasta até R$ 3 milhões ao ano com remoção de resíduos volumosos descartados de forma irregular, ainda que ofereça coleta domiciliar e entrega em Ecopontos. “A ação integrada das secretarias municipais do Continente, Ipuf, através da Comissão Municipal de Arte Pública e da Rede de Espaços Públicos, Floram, Diretoria de Operação do Sistema Viário (Diope) e Comcap tem permitido compartilhar beleza onde antes só havia lixo”, comenta Nilda de Oliveira.

O Revitaliza Floripa é um movimento voltado à recuperação ambiental e sanitária de espaços de uso público e interesse social na Capital.

Intervenções do Revitaliza Floripa

Josué di Bernardi, sob o viaduto da BR 282
Desenvolvidas ações contínuas entre agosto e outubro de 2018 com suporte da força-tarefa Defesa, Orientação e Apoio às Pessoas em Situação de Rua (DOA) até zerar o ponto. O Dnit realizou obra impedindo o acesso às estruturas do viaduto. Local segue monitorado.

Cabeça do Santo, atrás do Hospital de Caridade, no Mocotó
Limpeza e remoção feita em 18 de outubro de 2018 pela Comcap. Foi modificado o sistema de coleta para atender a comunidade do entorno.

Rua Nossa Senhora do Rosário, Jardim Atlântico
Na esquina com Rua Barão Von Wangenhein e PC3, foi realizado mutirão em 20 de outubro de 2018 e desde então local se tornou uma praça, com bancos e arte mural.

Jardim Atlântico, PC3 com Felipe Neves
Realizado mutirão de limpeza em 30 de outubro de 2017

Abraão
Pracinha próxima ao PEV de Vidro. Revitalização com colocação de bancos e floreiras e remodelação do sistema de coleta em servidão próxima.

Jardim Atlântico, Avenida Juscelino Kubitscheck
Próximo ao terminal desativado do Jardim Atlântico, foi implantada em 2 de agosto de 2019 a horta comunitária da PC3.

Beira Mar Continental esquina com Santos Saraiva
Pintural mural Passarinhada de Andy Rodrigues.

Avenida Juscelino Kubitscheck esquina com Santos Saraiva
Pintura mural Uma janela para o futuro de Monique Gugie.

Jardim Atlântico, Rua Mariano Agostinho Vieira
Na esquina com Elesbão Pinto da Luz foi implantada pintura mural A pesca da latinha de Lemmas.

Patrocinado|

Patrocinado|

Loading...
Loading...
Oops...
Slider with alias youtube hero not found.
Carregar mais Posts
2019-10-28T18:56:55+00:0028 outubro, 2019|Cultura, Meio Ambiente|