COMO CONVIVER COM AS BALEIAS NA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL DA BALEIA FRANCA

Desde o dia 20 de setembro está liberado o Turismo embarcado de observação de baleias (TOBE) na Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca (APA).

O TOBE foi liberado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) e é uma “bandeira” antiga da Associação FloripAmanhã, que faz parte do Comitê Executivo do Conselho Gestor na Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca (APA).

Para que o turismo seja feito de forma correta na área de conservação, a Câmara Técnica de Conservação da Baleia Franca produziu um folder com dicas de como turistas, surfistas, pilotos de jet sky, drones, aeronaves e embarcações devem proceder na região.

Saiba mais sobre a APA da Baleia Franca

A APA da Baleia Franca é uma unidade de conservação federal no Sul de Santa Catarina. Ela compreende uma uma área de 156 mil hectares, 130 km de costa marítima e abrange nove municípios, desde o sul de Florianópolis (praia da Lagoinha do Leste) até o Balneário Rincão.

A APA da Baleia Franca tem como objetivos proteger a baleia franca austral, ordenar e garantir o uso racional dos recursos naturais da região, a ocupação e utilização do solo e das águas, o uso turístico e recreativo, as atividades de pesquisa e o tráfego local de embarcações e aeronaves.

Criada por Decreto em 14 de setembro de 2000, teve seu Conselho Gestor legalmente instituído através da Portaria nº 48, de 22 de junho de 2006. A FloripAmanhã é uma das entidades que participa do Conselho Gestor.

2019-10-01T22:10:09+00:001 outubro, 2019|Baleia Franca|