Via da Base Aérea não abrirá durante o bloqueio para obras do Elevado do Rio Tavares

By |2018-11-08T19:31:39+00:008 novembro, 2018|

A Aeronáutica informou que não há condições de atender o pedido.

O trânsito no sentido Campeche – Lagoa, e vice versa, será fechado a partir da próxima segunda-feira (12).

Segundo suboficial Ivan José Seelig Júnior, chefe da comunicação social da Base Aérea, hoje o local já está com volume de trafego muito acima do suportado pela via, que serve apenas de ligação entre dois pontos internos do órgão militar. Passam diariamente por ela cerca de 2.400 mil carros autorizados para isso, a maior parte por civis moradores dos bairros Tapera e Ribeirão da Ilha. Além disso, toda aquela área não possui cercamento, o que a torna vulnerável.

— “Esta liberação, com certeza trará mais problemas e entraves junto às Forças de Segurança Pública, socorristas, Aeroporto Internacional de Florianópolis, além de comprometer a manutenção da via e a segurança da nossa área“. Relata suboficial Ivan José Seelig Júnior, chefe da comunicação social da Base Aérea.

O militar também pondera que a Base Aérea autoriza a linha Tapera – TICEN, com 283 ônibus diários, além de viaturas oficiais das forças de segurança e socorro, em casos de emergência.

Com o bloqueio parcial no trânsito no trevo do Rio Tavares, os motoristas que vêm da Lagoa terão de desviar pela Pau de Canela ou Avenida Campeche. Já os que estão ao sul do Tirio deverão pegar a Av. Pequeno Príncipe e a Rua da Capela ou seguir pela avenida Campeche.

Para participar do grupo Trânsito5*Riozinho no WhatApp acesse o link: https://chat.whatsapp.com/CfDMgjL2CrVGiJBAmkjJuU