Canil clandestino deverá pagar multa por manter cães em situação de maus-tratos, na Lagoa da Conceição - Riozinho

Canil clandestino deverá pagar multa por manter cães em situação de maus-tratos, na Lagoa da Conceição

By |2018-07-10T22:26:37+00:0010 julho, 2018|

A ação que flagrou a situação do canil clandestino no dia 14 de maio deste ano, na região da Lagoa da Conceição, em parceria entre a Polícia Militar e a Diretoria de Bem-Estar Animal da Prefeitura de Florianópolis-DIBEA, resultou na vitória para os animais resgatados.

A decisão não incluiu a sanção administrativa, que ainda deverá ser imposta pela Prefeitura Municipal no valor de $500,00 a $3.000,00 por animal.

Na segunda-feira, 02 de julho, foi realizada audiência, no Juizado Especial – Norte da Ilha – da Comarca da Capital, com reparação civil e transação penal proposta pelo Ministério Público de Santa Catarina ao proprietário do canil clandestino que mantinha diversos cães em situação de maus-tratos.

Como resultado, o infrator assumiu a obrigação de não praticar quaisquer atos de maus-tratos (art. 32, Lei n. 9605/98), não participar de negócios e tratativas que visem à aquisição, compra, venda ou transporte de animais destinados à comercialização e ainda deverá pagar o valor correspondente a três salários mínimos a ser revertido em favor da Polícia Militar Ambiental. E em caso de reincidência, o violador da norma incorrerá na penalidade de multa no valor de R$ 10 mil por animal vitimado.

O acordo firmado não incluiu a sanção administrativa, que ainda deverá ser imposta pela Prefeitura Municipal no valor de $500,00 a $3.000,00 por animal. O agressor que não pagar a multa terá seu débito inscrito em dívida ativa e posteriormente em execução fiscal e ainda poderá ter seus bens móveis e imóveis penhorados.

Como denunciar

Em caso de flagrante ou emergência, em que a vida de animais estejam em risco, a testemunha deve chamar a Polícia Militar pelo telefone 190 e aguardar no local ou em um ponto neutro ao local do crime até que a situação esteja regularizada. A denúncia também poderá ser realizada na Delegacia de Polícia Civil, por meio de um Boletim de Ocorrência presencial ou online ou pelo Disque Denúncia, 181. Em Florianópolis, o denunciante deve levar ou enviar por email o B.O. com anexos, como fotos e vídeos que comprovem a denúncia, para a Diretoria do Bem-Estar de Florianópolis, Dibea.

A Dibea está à disposição para esclarecimento de dúvidas sobre denúncias de maus-tratos contra os animais, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, pelo telefone 3234.5677.

O gabinete da vereadora Maria da Graça Dutra também conta com um Núcleo de Orientação aos munícipes que buscam informações sobre como denunciar maus-tratos. O gabinete está disponível de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h, pelo telefone 3027.5746.

Publicidade

O Jornal Riozinho (online) é um excelente investimento onde você alcançará novos clientes e aumentará suas vendas, ainda contribuirá para o seu bairro, investindo numa mídia local que sempre busca melhorias e o crescimento da região.

O Riozinho já é referência no Sul da Ilha e ter nossa marca ao seu lado é sem dúvida uma ótima estratégia para fomentar suas vendas. Com mais de 50 mil acessos por mês, 66 mil seguidores no Facebook, aproximadamente 3 mil membros em 13 grupos no WhatsApp, o Jornal Riozinho já conquistou reconhecimento público e notório em Florianópolis.

Estamos abrindo um novo espaço para marketing e propaganda em nosso jornal, o Riozinho Classificados, que funcionará como um guia de produtos e serviços separados por segmentos: Gastronomia, Imóveis, Beleza, entre outros. É um espaço dinâmico com banners promocionais, onde todos poderão encontrar o que necessitam ao alcance de um clique.

Além disso, o anunciante terá o privilégio de participar do grupo Riozinho Classificados no WhatsApp, onde poderá interagir diretamente com seus clientes. O link Classificados também será compartilhado em todos os nossos grupos do WhatsApp e redes sociais.

Visualizar mais postagens