Crianças do 3° ano da escola Brigadeiro Eduardo Gomes, Campeche,  enviam cartões poéticos para os professores e funcionários. 

Crianças do 3° ano da escola Brigadeiro Eduardo Gomes, Campeche,  enviam cartões poéticos para os professores e funcionários. 

By | 2017-12-07T16:57:47+00:00 7 dezembro, 2017|

Uma turma da manhã, a 32, e uma da tarde, a 33, foram finalizar uma tarefa passada pela professora Ana Lúcia Machado, atividade que começou em sala de aula, lá no bairro Campeche, Sul da Ilha.

A Central de Correios da Praça XV de Novembro, em Florianópolis, recebeu duas turmas de terceiros anos do ensino fundamental da Escola Básica Municipal da Capital Brigadeiro Eduardo Gomes.

Nos correios, a garotada enviou 32 correspondências. Todos tinham que escrever um perfil a respeito de alguém da escola. Poderia ser de um professor, do pessoal da limpeza ou da cozinha. No perfil, eles deveriam levantar informações sobre o que o entrevistado gosta de fazer como lazer, quem admira e o que aprecia na natureza.

Diante desses elementos, os estudantes foram atrás de poesias que retratassem algo dito pelo entrevistado. E essas poesias foram enviadas pelos correios para as fontes do trabalho. As postagens de cartões poéticos teve como inspiração o livro “A caligrafia de Dona Sofia,” de André Neves.

Para ampliar o patrimônio cultural e a formação estética das turmas, a professora Ana Lúcia Machado planejou para as crianças, além dos correios, uma visita orientada ao centro da cidade.

As turmas observaram pontos históricos, como o monumento que homenageia o antigo Miramar , um antigo trapiche construído em 1928 e demolido em 1974 por conta das obras do aterro da Baía Sul.

Tiveram a oportunidade de saberem um pouco mais a respeito dos mosaicos de calçada da Praça XV com temas da cultura local idealizados pelo artista plástico Hassis, na década de 1960. Visitaram a Catedral Metropolitana e a Igreja do Rosário.

Para efetivar o passeio, a professora Ana Lúcia e as crianças contaram com o apoio e participação das mães Juçara, Roseli, Rosi e Isabel, bem como da monitora Maria Luiza.

Credito para foto: Rosi Cardoso