Orla da Praia do Campeche. Riozinho, vira fossa ao ar livre

Orla da Praia do Campeche. Riozinho, vira fossa ao ar livre

By | 2017-10-19T17:48:22+00:00 12 outubro, 2017|Tags: |

A quantidade de esgoto despejado na rede pluvial está poluindo uma das praias mais bonitas do Brasil

O esgoto despejado pelos moradores da região na rede pluvial segue até os rios e afluentes que circundam a Praia do Campeche, chegando até a orla, poluindo a água e a areia, colocando em risco a saúde dos próprios moradores.

Hoje o Rio do Noca, Riozinho, se apresenta como um canal de despejo de esgoto até a praia. A placa da FATMA indica como IMPRÓPRIA para banho. A chuva dos últimos dias transbordou o esgoto que estava parado na rede, que seguiu até o mar. A probabilidade de contrair uma doença de pele e uma virose é grande, em vista que o esgoto se espalha por centenas de metros na areia. Outro ponto crítico é a saída do Rio da Jacinta, que foi apontado pela comunidade como o mais grave, pela grande quantidade coliformes fecais por 100 ml de água.

São pontos já mapeados como críticos, que aguarda fiscalização do poder público desde março deste ano.

Segundo Alencar Deck, Presidente da Associação dos moradores do Campeche, a Prefeitura Municipal de Florianópolis, a Secretaria Municipal de Saúde, a Vigilância Sanitária e a Floram, já foram notificados pelo Ministério Publico Estadual e até agora nenhuma providência foi tomada.

O Movimento SOS Campeche Praia Limpa planeja uma grande ação já para os próximos dias e convida toda a comunidade a participar.

Deck, gravou um vídeo hoje pela manhã, 12 de outubro, e denuncia, alerta a comunidade e pede urgência a todos, para que cuidem de suas casas, da sua rua e se sensibilize, onde se cada um não fizer a sua parte, a Praia do Campeche virará um esgoto.

Fotos: Adriano Soares