Águas-vivas chegam ao Sul da Ilha, em Florianópolis

Elas aparecem num determinado local de acordo com temperatura da água, quente,  e a quantidade de alimentos, o plâncton

As praias de águas frias, como as do Sul da Ilha, não estão livres desses animais, algumas espécies preferem as temperaturas mais baixas.
As águas-vivas têm um corpo gelatinoso e transparente e muitas passam despercebidas aos olhos. 

A mais comum no litoral de Santa Catarina é a medusa, que tem o formato de um guarda-chuva. Outras mais perigosas, e com o veneno mais potente, também costumam passar por aqui. É o caso da caravela portuguesa, cujo tentáculo pode chegar a 10 metros de comprimento.

Saiba o que fazer em caso de acidente.

Não passe água doce em cima do machucado, isso potencializa o veneno, o indicado é vinagre, que contém ácido acético e desidrata a proteína que queima. O xixi, que também contém ácido, deve ser evitado, porque ele pode contaminar a queimadura, outra dica é, se não houver vinagre, a pessoa pode lavar a queimadura com água bastante quente, que também desidrata a proteína.

 

2017-02-14T18:38:54+00:00